14 agosto 2015

Resenha Literária: O safado do 105

Quem ama ler????? Quem tava com saudades das resenhas aqui no blog????

Junte: Romance Hot + Clarice Lispector + Enredo envolvente  = O safado do 105





Sinopse: 

Podia ter sido com você. Mas foi comigo. E, dali em diante, descobri que morar sozinha podia significar tudo, menos tranquilidade. A minha mudança necessária não podia ser normal, afinal, eu não sou normal. Tenho uma família doida que me fez desenvolver distúrbios psicológicos irreparáveis. Juro que só queria paz. Queria tédio. Queria um domingo de pura morgação diante do Faustão, comendo pizza requentada e esperando pela segunda-feira como quem espera pela morte. Mas não. Nada seria igual e, ao mesmo tempo, seria tão louco quanto. Não podia esperar pelo diferente, não depois de ter encontrado o Sr. Calvin Klein, mais conhecido como o safado do 105.


Juro que quando li a sinopse de "O safado do 105", só conseguia me lembrar de "Subindo pelas paredes", porque a ideia inicial das autoras é bem parecida, mas "O safado do 105" vai além de ser Chick Lit erótico (existe essa classificação literária?), é mais profundo, foi uma grata surpresa.


"E eis que veio a surpresa. Havia uma frase nova. Uma frase escrita com uma letra feia (que fez um esforço para se tornar legível, e até conseguiu) e pincel vermelho, bem acima da frase da “liberdade”: “E foi tão corpo que foi puro espírito” C.L."


Tem muito sexo no 105? Ôooo se tem, mas é também uma trama envolvente com uma mocinha que não é superficial ou infantil, ela é uma adulta que encara os problemas de frente, reflete sobre eles e as dificuldades e é muito direta nos seus objetivos. Literalmente não foge da raia.


“Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.” Santa Lispector.

Lembre-se de que saudade é um sentimento urgente...

R.”


Ele não é apenas um safado qualquer com problemas de relacionamento, ele tem um passado conturbado e cheio de perdas. O fato é, ele não lida bem com as perdas, é meio infantil em alguns momentos simplesmente porque tem medo de encarar algumas realidades, vive uma vida de total desapego de tudo e de todos. Mas é bastante sensível e fascinado pelos textos da Clarice Lispector.


"Fiquei congelada diante da palavra amiga. É sério, produção? Depois de tantas emoções e trocas de carícias, o cara ainda me colocava na friend zone?"


No meio de personagens tão ricos de personalidade, qualidades e defeitos se encontra Clarice Lispector, como a própria Raíssa diz em um trecho do livro, "Eu tinha cada vez mais orgulho da nossa trilha literária (trilha sonora é para os fracos). ". Não foi um livro que apenas me fez rir, foi um livro que me emocionou.


"A minha quarta-feira foi composta por pensamentos eróticos que envolviam o Calvin e eu. Em todos os flashes que circulavam pela minha cabeça, havia os nossos corpos nus e a cama batendo contra a parede na velocidade seis da dança do “créu”. A minha loucura imaginosa só era impedida, de vez em quando, pela razão, que me alertava do perigo que significava manter uma relação baseada no sexo sem compromisso com o vizinho cafajeste. "


Além de uma trama envolvente, tem uma coisa que eu estava sentindo falta a muito, muito tempo nas minhas leituras. Não me entendam mal, porque eu simplesmente amo literatura estrangeira, mas sentia falta de ler um livro que referências brasileiras, trilha sonora brasileira, piadas brasileiras, gírias brasileiras. As vezes é chato ler um livro e não entender a referência de um autor a algum ditado popular e ter que ficar no google morrendo de procurar ou parar a leitura para ler as notinhas de rodapé. Já tinha lido alguns autores nacionais, mas esse foi o primeiro que eu realmente me senti no Brasil. (Quando vocês lerem vão entender, porque as referências vão além de Clarice Lispector, são os nomes, as piadas, a musicalidade, que vai de Roberto Carlos a Valeska Popozuda passando por MC Créu e Lulu Santos).


"Esse idiota vai pagar a própria língua, e eu irei assistir à sua rendição de camarote. Ou isso, ou mudo o meu nome para Valeska Popozuda"


Como não falar de um livro no qual eu amei tudo? A escrita da autora é fluente e divertida. Clara, com personagens bem definidos, ninguém é bilionário, tem família se metendo de tudo que é lado. É um romance maduro e bastante divertido. Ahhhh, não posso esquecer de citar o sexo quente, é muito sexo gente. Não sei como o Sr. Klein aguenta tanto tempo sem gozar....


"– Eu sou muito imperfeito para sua cabeça.
– A minha cabeça não é perfeita. Se fosse, eu não teria caído no erro de imaginar uma perfeição que não existe.
– Raissa Lispector."


Por fim, mas não menos importante.... Achei que o livro acabou sem acabar, não é que eu queira que seja uma série nem nada disso, porque acho que o enredo ficou excelente, mas queria uma mini história só para contar o que acontece depois, quem ler vai entender do que tô falando. Algumas coisas ficaram no ar, não o suficiente para um novo livro, mas o suficiente para deixar uma pulga atrás da orelha.

Bom... Era isso... Leiam "O safado do 105" e me deem suas opiniões. Porque eu simplesmente amei.

Beijos e não deixem de comentar.


2 comentários:

  1. Sabe que quando eu vejo essa capa eu penso: " ah esse livro nem precisa ser bom, com um colírio desse meu Deus não precisa de mais nada"....kkkkk
    Mas que bom que é mais do que isso, vi tb muita gente comparando ele com SUbindo pelas Paredes, livro esse que também ainda não li (até tenho ele aqui, mas o bichinho sempre vai ficando pra depois).
    Concordo tb contigo que as vezes umas piadinhas brasileiras fazem falta, estamos ficando tao americanizadas!
    Lindão seu blog
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Taisa fico realmente muito feliz que tenha gostado. E como percebi que é uma aficionada por livros assim como eu, recomendo para aquela leitura intermediária entre livros mais pesados, pois é bem leve e divertido. E não deixe de ler Subindo pelas paredes... Mas também sei que suas expectativas são altas, então não fique frustada com nosso safado bem infantil. Obrigada pela visita!!!! Beijos

      Excluir

Deixe aqui a sua mensagem, comentário e sugestão, eu leio e respondo todos com muito carinho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Penteadeira da Queli - 2015. Todos os direitos reservados.
Criado por: Tatiana Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo